Fechar

Como aplicar o employer branding na empresa: 5 dicas para começar

Avatar

Por Diandra Guedes em 26 de junho 2020
Geral

Ultima atualização em 30 de junho 2020 at 05:49 pm

Tempo de leitura: 5 minutos

O Employer Branding, ou em tradução livre ‘marca empregadora’, é um conjunto de técnicas e estratégias usadas para melhorar a percepção da sua marca interna perante o mercado. O objetivo dessa estratégia, é fazer com que a sua empresa seja reconhecida, tanto pelos seus colaboradores, como pelos seus clientes, como um bom lugar para trabalhar.

Através destas estratégias é possível aumentar o eNPS, atrair e reter talentos, melhorar o desempenho dos times e fortalecer a imagem da sua organização. 

Quer saber um pouco mais sobre o assunto e como aplicar essa técnica na sua empresa? Então confira as 5 dicas que separamos para você. Vamos começar?

O que é employer branding?

Como já dissemos, o employer branding diz respeito a um conjunto de técnicas e estratégias para que a sua empresa seja vista pelo mercado como um bom local de trabalho.

Muitas pessoas pensam que elaborar e organizar essas estratégias é uma tarefa exclusiva do setor de RH, Recursos Humanos, mas na realidade ela deve ser pensada em conjunto com o time de marketing. Além disso, para que o employer branding seja bem sucedido, é preciso que haja o engajamento de todo time.

Entre as principais vantagens de aplicar a técnica está a redução de gastos com processos seletivos morosos, alinhamento dos candidatos com a cultura da empresa, aumento da produtividade das equipes e até mesmo aumento das vendas, uma vez que empresas bem reconhecidas pelo mercado tendem a venderem mais.

Employer branding: como aplicar na minha empresa?

Agora que você já sabe um pouco mais sobre o employer branding e os benefícios que esta estratégia pode trazer para sua empresa e para seus colaboradores, chegou a hora de colocar em prática. Para te ajudar, separamos algumas dicas. Veja só:

1.Faça uma análise do quadro atual

Faça uma análise

Antes de implantar qualquer metodologia e/ou técnica na sua empresa é preciso entender o cenário na qual ela está inserida. Por isso, é importante saber como é o ambiente de trabalho da sua empresa, quais medidas para melhorar a satisfação dos seus funcionários já são aplicadas e como eles se sentem.

Para isso, uma dica é aplicar pesquisas de eNPS, que segue a metodologia tradicional do Net Promoter Score, porém voltada para o público interno. Através dela é possível identificar quais são os funcionários promotores, neutros e detratores, e quais pontos devem ser melhorados.

Também é importante avaliar aspectos mensuráveis como remuneração dos funcionários e benefícios oferecidos pela empresa como auxílio transporte, auxílio alimentação, entre outros. Além disso, analise também os aspectos não mensuráveis como flexibilidade de horário de trabalho, plano de carreira, oportunidades de aprendizado, e outros.

2. Tenha um planejamento (curto, médio e longo prazo)

Com estes dados em mãos, chegou fica mais fácil traçar planos para a implementação do employer branding. Essa estratégia, no entanto, não pode ser implantada de uma hora para outra. O processo leva tempo e deve ser feito por profissionais adequados.

Antes de começar, defina o time que irá atuar no projeto (o ideal é que tenham profissionais de RH e também do marketing da empresa) e posteriormente defina as métricas e indicadores a serem acompanhados durante a implantação da estratégia.

Não esqueça, que esse conjunto de medidas só será eficiente se houver engajamento do time. Por tanto, a principal métrica a curto prazo é explicar para a equipe o que significa employer branding e quais suas vantagens, e claro, ouvir o que seus funcionários têm a dizer sobre o assunto.

3.Defina a cultura da empresa

Employer branding: cultura da empresa

Toda empresa tem sua própria cultura, correto? Acontece que nem sempre ela está totalmente definida ou está clara para os colaboradores.

Deste modo é importante defini-la o quanto antes. A cultura da empresa se traduz pela linguagem empregada, hábitos e ações realizadas. Além disso, você deverá definir a missão, visão e valores da sua organização.

E por que isso é importante? Porque fortalece a imagem da empresa, faz com que seus colaboradores estejam a par do propósito da mesma e sintam-se mais engajados, além de ajudar a criar defensores da marca

Outro ponto positivo, é que empresas que têm uma cultura definida e clara atraem mais candidatos que estão alinhados a este perfil. Deste modo, a chance de contratar funcionários que acreditam nas mesmas coisas que a sua empresa, é muito maior.

E como definir a cultura?

Para começar identifique o ‘jeito’ da sua empresa, como os funcionários, líderes e donos se comportam, quais medidas a empresa toma para cuidar do bem estar do funcionários. Os colaboradores são ouvidos? Há uma cultura de feedbacks? Todos estes (e outros) fatores devem ser analisados para entender como sua empresa é.

Depois de avaliar estes fatores, você terá uma visão macro da cultura organizacional do seu local de trabalho.

4. Invista na comunicação

Esse é um fator chave para o sucesso do employer branding. Se uma empresa não se comunica bem com os colaboradores, como espera ser reconhecida pelo bom ambiente de trabalho?

Aqui, vale destacar que a comunicação interna deve ser pensada para todos os funcionários (de todos os setores), por isso deverá ser feita com linguagem simples e direta. Além disso, é muito positivo quando colaboradores se engajam e compartilham algo sobre a empresa nas redes sociais. Isso os torna defensores da marca e reforça a imagem positiva.

Mas para que toda essa comunicação tenha sentido, lembre-se que ela deve ser verdadeira. Isso quer dizer que não adianta promover uma boa comunicação, se a sua empresa não tomar nenhuma medida efetiva para melhorar a satisfação dos funcionários, ok?

Algumas alternativas que podem melhorar a comunicação interna são:

  • criação de um material de onboarding para novos colaboradores
  • criação de um material ou página on-line com todas as diretrizes da empresa. Aqui na Track temos a página Looper Space com todas as informações necessárias aos nossos funcionários, ou loopers, como são carinhosamente chamados
  • criação de canais de comunicação entre funcionários (para responder dúvidas, trocar informações, etc)
  • canais de feedback. O ideal é que haja a possibilidade de feedbacks anônimos para que o funcionário se sinta mais à vontade e resguardado

5. Crie defensores da sua marca

defensores da marca

Você deve ter percebido que este termo já foi usado no nosso artigo, não é mesmo? Ele é, com certeza, um dos tópicos mais importantes quando se trata de employer branding.

Os funcionários da sua empresa devem ser os protagonistas da sua estratégia. Todas as ações devem ser pensadas para melhorar a satisfação de cada colaborador. Deste modo, você terá um time alinhado, feliz e mais produtivo, além de funcionários promotores que irão defender a sua marca empregadora e ‘vestir a camisa da empresa’.

Primeiros passos para aplicar o employer branding na empresa

Estes são os primeiros passos para aplicar as estratégias de employer branding na sua marca. Lembre-se que essa estratégia deve ser pensada com cuidado e atenção desde o início, e que é fundamental contar com o engajamento de todos os funcionários.

Ah, não esqueça de aplicar as pesquisas de eNPS, e se quiser saber mais sobre essa e outras métricas é só ficar de olho no nosso blog.

Ah, e se quiser ver mais conteúdos como esse não deixe de nos seguir nas redes sociais (Instagram, LinkedIn e Facebook). 

Ainda não conhece a Track.co? Então acesse o nosso site. Te convidamos a saber mais sobre a nossa nova plataforma, a mais completa e atualizada em termos de métricas Experiência do Cliente

vamos conversar? hello@track.co

Tudo sobre Experiência do Consumidor, métricas, pesquisa de satisfação e sobre as tecnologias mais inovadoras de CX.



Artigos relacionados

Amostragem: o que é e para que serve?

26 de junho 2020 Geral

Como usar o NPS para clínicas de saúde?

26 de junho 2020 Geral

Fidelizar pacientes: 7 dicas para tornar o seu…

26 de junho 2020 Geral